Contato com cavalos melhora a qualidade de vida.

Praticar hipismo ou simplesmente andar a cavalo podem mudar a qualidade de vida das pessoas. 

Praticar hipismo, polo, volteio, enduro equestre, adestramento ou simplesmente andar a cavalo podem mudar a qualidade de vida das pessoas. A convivência com o cavalo faz com que o  desempenho e a responsabilidade do cavaleiro aumentem e as atitudes sejam mais satisfatórias no dia a dia. 

 

Essa avaliação positiva da convivência animal e pessoas é graças ao movimento constante do cavalo e ao ajuste de postura automática que o cavaleiro faz ao montar, melhorando o equilíbrio. Isso significa que a troca de apoio das patas, o olhar para os lados, o abaixar e alongar do pescoço impõem ao cavaleiro o exercício da coordenação, aumentando os ganhos psicológicos, a concentração, autoestima e a autoconfiança.

 

O cavalo, assim como outros animais de estimação, podem colaborar para aliviar o estresse, reduzir a pressão arterial e problemas cardiovasculares, combater a depressão, liberar os “hormônios da felicidade”, diminuir a solidão, incentivar a prática de atividades físicas e assumir responsabilidades. 

 

Essa interação e melhoria na qualidade de vida pode começar aos três anos de idade e seguir até a terceira idade. Uma criança que inicia a socialização com o animal desde os três anos de idade se desenvolve com mais disciplina e atenção em diversos aspectos. Isso influência na sua formação educacional, melhorando o desempenho até mesmo na escola. “Sou instrutora de hipismo e percebo a diferença que os cavalos e o tratamento que damos a eles fazem na vida de cada um que se envolve no meio. Independente se é pela prática esportiva ou simplesmente pelo fato de estar ao lado do animal, tudo melhora: vida emocional, profissional e pessoal”, afirma Victória Bender de Napoli, amazona e instrutora de hipismo.

 

Vale destacar que os animais precisam de carinho e motivação para manter o bom relacionamento com as pessoas. Sendo assim, aqueles que convivem e procuram estar ao lado de um animal tem seu estado emocional elevado e conquista benefícios em sua vida pessoal e profissional.

 

No Brasil existem inúmeros locais para estimular a proximidade do homem ao animal de médio porte. A prática de esportes e o simples fato de andar a cavalo não requer poder aquisitivo alto, basta gostar de animais e vontade de melhorar a qualidade de vida.

 

*** 

 

Simone Noguera Cesar é jornalista formada pela FIAM e pós-graduada pela Cásper Líbero há mais de 10 anos. Amante do mundo animal, agora sou colaboradora desse seguimento, o qual aprendo e me encanto cada dia mais.


Veja Também

COMO É POSSÍVEL SABER QUE O SEU CÃO ESTÁ ESTRESSADO?

Saiba quais são os sinais de que seu peludo precisa de mudanças na rotina.

Outubro Rosa Pets

Você sabia que animais também podem ter câncer de mama? Faça o exame de prevenção!

Como adaptar cães e gatos a um novo lar

Confira algumas dicas para ajudar seu pet a se adaptar a uma nova casa


Voltar

Você sabe como entrar no ramo das Empresas de banho e tosa ?

Para os amantes de animais que sonham em ter um negócio próprio um banho e tosa pode ser o ideal. Venha conferir ótimas dicas de como abrir um.

COMO É POSSÍVEL SABER QUE O SEU CÃO ESTÁ ESTRESSADO?

Saiba quais são os sinais de que seu peludo precisa de mudanças na rotina.

DORY

Brasília - DF

Conheça a história do cachorro que cuida de filhotes de gatos como se fosse pai

Hoje é dia dos pais e o Radar Animal preparou uma linda história de um cachorro que cuida de filhotes de gatos como se fossem seus filhos.

Meg

Guarulhos - SP

Projeto de lei visa criar regras para a guarda dos pets após a separação

 O objetivo do projeto é fazer com que os animais não sejam mais tratados como objetos, mas sim como seres vivos e parte da família.

Conheça Spaghettio, a gata 'pirata'

Spaghettio ganhou o apelido de pirata de sua mãe após sofrer um acidente.

Veja tudo o que rolou essa semana no nosso site!

Venha conferir os acontecimentos dessa semana!