Veja 25 sinais que podem indicar que seu gato está sentindo dor

Um estudo publicado na revista PLOS ONE sugere que algumas atitudes podem indicar se o gato está sentindo dor.

O estudo publicado na na revista PLOS ONE sugere que algumas atitudes podem indicar que o gato não está se sentindo bem. "Os sinais relatados no estudo podem ajudar tanto os veterinários quanto os donos de gatos a formar uma avaliação inicial do estado de dor dos felinos", afirmaram os pesquisadores no estudo.

O estudo foi realizado por uma dupla de cientistas da Universidade de Lincoln, no Reino Unido e recrutou uma equipe internacional com 19 veterinários especialistas em felinos.Foram três fases de pesquisa, na qual os especialistas deveriam criar uma lista de comportamentos que seriam relacionados à dor. Os pesquisadores britânicos estipularam que os itens que fossem consenso entre os veterinários deveriam ter sido citados 80% das vezes. "Ao criarmos este conjunto básico de sinais, nós estabelecemos bases para futuras pesquisas que auxiliem na detecção precoce de dor nos gatos por meio de escalas que são baseadas em observações naturais e não invasivas", disse o professor de medicina veterinária comportamental na Universidade de Lincoln e coautor do estudo, Daniel Mills. De acordo com os pesquisadores, novas pesquisas ainda são necessárias para a conclusão de um projeto maior, o qual procura identificar os sinais de dor ao observar unicamente a expressão facial dos gatos.

 

sinais de dor nos gatos
 

Os sinais são:

 

1- Mancar;

2- Dificuldade de pular;

3- Caminhar de forma anormal;

4- Não querer se mover;

5- Se esconder;

6- Reagir a palpitações;

7- Brincar menos;

8- Pouco apetite;

9- Parar de se lamber;

10- Diminuir as atividades diárias;

11- Esfregar-se menos nas pessoas;

12- Perder peso;

13- Postura encurvada;

14- Lamber somente uma parte do corpo;

15- Cabeça baixa;

16- Mudança de temperamento;

17- Humor sem definição, indiferente;

18- Contração involuntária das pálpebras;

19- Evitar áreas com claridade (raro quando pouca dor);

20- Rosnar (raro quando pouca dor);

21- Gemer (raro quando pouca dor);

22- Ficar de olhos fechado (raro quando pouca dor);

23- Mudanças no comportamento alimentar (raro quando pouca dor);

24- Torcer o rabo;

25- Dificuldades para urinar.

 

Se seu gato apresentar algum desses sintomas, ou qualquer outro comportamento diferente, procure um veterinário.

 

 

 

***

 

 

Fonte: redesul.com.br

 

Foto 1: Jasmine Ortolan

Foto 2: Marcio Ricardo Fernandes

 

 


Veja Também

Conheça Spaghettio, a gata 'pirata'

Spaghettio ganhou o apelido de pirata de sua mãe após sofrer um acidente.

Gatinho segura as mãos dos donos antes de sua última visita ao veterinário

O gatinho estava indo ao veterinário para passar pelo procedimento de eutanásia.

Fotos mostram a beleza de uma das maiores raças de gatos do mundo

O fotógrafo Robert Sijka registrou toda beleza dos gatos da raça Maine Coon.


Voltar

Você sabe como entrar no ramo das Empresas de banho e tosa ?

Para os amantes de animais que sonham em ter um negócio próprio um banho e tosa pode ser o ideal. Venha conferir ótimas dicas de como abrir um.

COMO É POSSÍVEL SABER QUE O SEU CÃO ESTÁ ESTRESSADO?

Saiba quais são os sinais de que seu peludo precisa de mudanças na rotina.

DORY

Brasília - DF

Conheça a história do cachorro que cuida de filhotes de gatos como se fosse pai

Hoje é dia dos pais e o Radar Animal preparou uma linda história de um cachorro que cuida de filhotes de gatos como se fossem seus filhos.

Meg

Guarulhos - SP

Projeto de lei visa criar regras para a guarda dos pets após a separação

 O objetivo do projeto é fazer com que os animais não sejam mais tratados como objetos, mas sim como seres vivos e parte da família.

Conheça Spaghettio, a gata 'pirata'

Spaghettio ganhou o apelido de pirata de sua mãe após sofrer um acidente.

Veja tudo o que rolou essa semana no nosso site!

Venha conferir os acontecimentos dessa semana!