Você conhece os perigos da obesidade animal? (Veja o tamanho deste gato!)

Obesidade e outros males do sobrepeso são inimigos da qualidade de vida dos pets. Saiba tudo sobre este assunto nesta matéria esclarecedora.

Os perigos da obesidade animal. Saiba mais sobre este mal que atinge também os animais domésticos.

 

Obesidade e outros males do sobrepeso são inimigos da qualidade de vida dos pets. 

 

Cães e gatos sofrem com a falta de exercícios físicos e uma dieta balanceada. A obesidade diminui a qualidade de vida e pode levar o animal até mesmo à morte precoce. Mas ela é apenas um dos muitos problemas que seu pet pode adquirir com uns quilinhos a mais na balança.

Animais com sobrepeso podem apresentar diabetes, problemas vasculares, artrose, constipação, lipidose hepática  e males ortopédicos causados pelo excesso de peso sobre os membros, causando-lhe dificuldades de locomoção. Se seu pet acumula energia e se alimenta em boas quantidades, precisa equilibrar a balança por meio de energia gasta. Talvez isso já o mantenha longe do perigo.

Em outros casos, o sobrepeso se dá por questões hormonais ou doenças endócrinas. O hipotireoidismo, por exemplo, está muito relacionado à obesidade em animais, como ocorre com os seres humanos. Trata-se de uma desordem hormonal na glândula tireoide, responsável por regular funções do corpo como o metabolismo. Os sintomas são falta de apetite, pouca atividade, exaustão e, principalmente, o ganho rápido de peso. Por causa da doença, tudo que o animal ingere fica acumulado, lhe falta energia para brincar, correr e fazer exercícios. Felizmente, para ele, existe tratamento.

Uma dieta balanceada depende de alguns fatores, que vão desde a ração que o alimenta até sua raça e seu porte. Uma tabela equilibrada não é fácil, por isso é fundamental que os donos procurem sempre um veterinário que lhe recomende atividades e alimentos nutritivos. Dentro de casa, qualquer sinal de sobrepeso ou inatividade do animal deve ser levada ao conhecimento de um especialista. Quem possui um animal de estimação já há algum tempo o conhece e sabe detectar quando algo não está bem, se ele está mais indisposto e ganhou carga extra de quilos e gorduras. Os animais tem que possuir um corpo desenhado, com cintura e silhueta curva, independente do seu tamanho.

 

Gato obeso, muito gordo deitado.

 

Ainda na questão hormonal, a castração pode acarretar ganho de peso em muitos animais. Isso porque ela diminui consideravelmente a produção de hormônios. Para estes animais, empresas já desenvolveram até mesmo rações e alimentos especiais, que cuidam da reposição hormonal e balanceamento.

Outro aliado ao excesso de peso é a ansiedade, que ataca principalmente os cães. Um animal ansioso entra em crise e acaba comendo além da conta. É comum cães que passam muito tempo sozinhos apresentarem indisposição para atividades físicas, sedentarismo e ganho de peso. Para completar, há donos que compensam a ausência oferecendo ao animal petiscos e outros alimentos nada saudáveis. O sobrepeso agradece.

Com a ajuda de um médico veterinário, é possível traçar uma tabela nutricional de acordo com cada animal em específico. A qualidade da ração deverá ser no mínimo aceitável e deve conter os nutrientes necessários diariamente. O ideal é que o animal se alimente de duas a três vezes ao dia, sem exageros.

Entre os gatos, os mais propensos a adquirir excesso de peso são os da raça manx. Estudos apontam, ainda, que os ‘vira-latas’ também engordam com mais facilidade. Diferente dos cães, gatos comem em menos quantidade, mas em maior número de vezes por dia.

No geral, os felinos tem por natureza mais propensão à obesidade que os cães. Isso se deve aos hábitos do animal, quase sempre mais preguiçoso e menos adepto às brincadeiras que envolvam grandes quantidades de exercícios físicos. A melhor maneira de fazer com que o gato se agite está nos brinquedos disponíveis em pet shops. Num primeiro olhar, gatos em peso ideal apresentam um corpo esbelto, com costelas e quadris não visíveis mas facilmente apalpáveis. Faça o teste, pois cuidar do seu pet é um ato de amor. 

 

...

 

Robson Morais é jornalista, com experiência em jornais, revistas e sites de notícias. Atuou em emissora afiliada da TV Record em Rondonópolis, Mato Grosso. Retornou a São Paulo e abraçou a causa animal. 


Veja Também

COMO É POSSÍVEL SABER QUE O SEU CÃO ESTÁ ESTRESSADO?

Saiba quais são os sinais de que seu peludo precisa de mudanças na rotina.

Outubro Rosa Pets

Você sabia que animais também podem ter câncer de mama? Faça o exame de prevenção!

Como adaptar cães e gatos a um novo lar

Confira algumas dicas para ajudar seu pet a se adaptar a uma nova casa


Voltar

Você sabe como entrar no ramo das Empresas de banho e tosa ?

Para os amantes de animais que sonham em ter um negócio próprio um banho e tosa pode ser o ideal. Venha conferir ótimas dicas de como abrir um.

COMO É POSSÍVEL SABER QUE O SEU CÃO ESTÁ ESTRESSADO?

Saiba quais são os sinais de que seu peludo precisa de mudanças na rotina.

Mel

Porto Alegre - RS

Conheça a história do cachorro que cuida de filhotes de gatos como se fosse pai

Hoje é dia dos pais e o Radar Animal preparou uma linda história de um cachorro que cuida de filhotes de gatos como se fossem seus filhos.

Projeto de lei visa criar regras para a guarda dos pets após a separação

 O objetivo do projeto é fazer com que os animais não sejam mais tratados como objetos, mas sim como seres vivos e parte da família.

Bone

São Paulo - SP

Conheça Spaghettio, a gata 'pirata'

Spaghettio ganhou o apelido de pirata de sua mãe após sofrer um acidente.

Veja tudo o que rolou essa semana no nosso site!

Venha conferir os acontecimentos dessa semana!